Blog do Jota Parente

quinta-feira, fevereiro 28, 2019

Justiça determina inspeção dos bombeiros no Sambódromo em 24 horas

Problemas de estrutura do Sambódromo forma flagrados pelo GLOBO a poucos dias do desfile das escolas de samba Foto: Márcia Foletto / Agência O GloboPresidentes da Riotur e da Liesa terão também que assinar um termo de responsabilidade para que desfiles aconteçam

RIO - A juíza Mônica Ribeiro Teixeira, da 1ª Vara de Fazenda Pública, determinou no início da noite desta quinta-feira  que os bombeiros emitam  em 24 horas um laudo técnico que ateste se o Sambódrmo tem condições de receber público e desfilantes  no Carnaval. 

A partir da liberação dos bombeiros, o presidente da Liesa, Jorge Luiz Castanheira; e da Riotur, Marcelo Alves, terão que assinar um termo de responsabilidade assegurando que a Sapucaí "reúne condições de segurança suficientes à assegurar a vida e integridade física dos espectadores, jurados, trabalhadores e integrantes das escolas de samba". 

Há duas semanas, O GLOBO antecipou que a Marquês de Sapucaí não tinha autorização dos bombeiros para funcionar .No dia último dia 20, problemas estruturais foram flagrados pela equipe.

A decisão foi tomada em ação movida pelo Ministério Público que questionou as condições de segurança da Sapucaí. Ao Globo, os bombeiros informaram que já estão avaliando as condições do Sambódromo. Mas até o início da noite,  pouco mais de 24 horas antes do início dos desfiles do Grupo  de acesso A, a licença para o evento não tinha sido emitida. A corporação não detalhou que pendências  a prefeitura e a Liesa terão que cumprir para a Sapucaí ser liberada. (O Globo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário