Blog do Jota Parente

quinta-feira, fevereiro 07, 2019

Gol espetacular de paraense garante vitória do Botafogo

Gol espetacular de paraense garante vitória do Botafogo. Veja o vídeo! (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo) O paraense Erik foi mais uma vez decisivo no Botafogo. Nos 48 minutos do segundo tempo, ele fez o único gol do jogo contra o Defensa y Justicia, no Engenhão, pela primeira fase da Copa Sul-Americana. A partida foi nesta quarta-feira (6).

Após chute para a frente de Gatito, Gustavo Ferrareis levou a melhor no alto, e a bola sobrou para Erik, que emendou belo chute para assegurar o triunfo dos cariocas no fim do jogo.
No dia 20 de fevereiro, na Argentina, as duas equipes voltam a se enfrentar. Antes o Botafogo enfrenta o Campinense, quarta-feira, em Campina Grande, pela Copa do Brasil. 

PARTIDA 
O jogo foi marcado pela forte chuva que assolou o Rio de Janeiro. Mesmo com vários pontos da cidade alagados, o gramado aguentou até onde foi possível. 
Mesmo assim, o primeiro tempo decorreu sem muitas condições de tocar a bola. Após o intervalo, a chuva diminuiu e a maioria das poças sumiram. Isso, porém, não foi o suficiente para que os times apresentassem bom futebol. As equipes voltam a campo para definir uma vaga na segunda fase no dia 20 ,no estádio Norberto Tomaghello, na Argentina. 
O melhor do triunfo botafoguense foi Jonathan. O jovem lateral esquerdo é o principal destaque do time neste início de temporada. Após barrar Gilson, ele manteve o bom nível de atuação e se tornou uma grata surpresa no Alvinegro. 
Em campo, Botafogo e Defensa y Justicia não conseguiam tocar a bola. O resultado era uma partida apertada, com muitas roubadas de bola e faltas duras. Somente aos 27min do primeiro tempo o Alvinegro levou perigo ao gol adversário. Alex Santana tabelou com Pimpão e viu que o chute de longe era uma boa arma. 
Minutos depois, o Botafogo teve grande oportunidade de abrir o placar. Marcinho apertou a marcação e roubou bola na entrada da área. O lateral direito chutou firme e viu a bola desviar e tirar seu gol. O goleiro Unsain até tentou alcançar, mas viu ela sair pela linha de fundo. 
No segundo tempo, a chuva diminuiu. Apesar de seguir caindo já era possível trocar alguns passes. De nada adiantou. Os clubes seguiram com a mesma intensidade na marcação e o que se viu foi pouca qualidade e muita entrega. 
Aos 23min, o Defensa y Justicia chegou pela primeira vez no gol de Gatito Fernández. O Botafogo perdeu bola no campo ofensivo e sofreu rápido contra-ataque. Fernández recebeu pela esquerda e chutou firme para defesa do paraguaio. 
FICHA TÉCNICA 
BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcinho, Joel Carli, Gabriel, Jonathan; Jean, Alex Santana, Rodrigo Pimpão (Gustavo Ferrareis), Luiz Fernando (Bochecha); Erik, Kieza (Leandro Carvalho). T.: Zé Ricardo 
DEFENSA Y JUSTICIA: Unsain; González, Barboza, Barreiro, Delgado; Blanco (Martínez), Miranda, Castro (Rojas); Rius, Aliseda, Fernandez (Márquez). 
T.: Sebastián Beccacece 
Estádio: Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro 
Juiz: Esteban Ostojich (URU) 
Cartões amarelo: Marcinho, Carli e Luiz Fernando (Botafogo); Barboza (Defensa)
Gol: Erik, aos 48min do segundo tempo
(FolhaPress)

Nenhum comentário:

Postar um comentário