Blog do Jota Parente

segunda-feira, janeiro 21, 2019

Situação jurídica do prefeito Valmir


Toda semana sai um boato nas redes sociais dando conta de que o prefeito Valmir Clímaco está inelegível, que vai ser afastado, que o vice-prefeito Nicodemos Aguiar vai assumir o cargo, e até de que já saiu a ordem de prisão para o prefeito Valmir Clímaco. Como é que o senhor lida com isso? Esse tipo de boato lhe incomoda?

“Aborrecer eu me aborreço. Esses dias mesmo, de noite, quando eu fui olhar o meu WhatsApp, pois durante o dia não tenho tempo para ver, me deparei com uma notícia de uma ordem de prisão para mim.

A primeira coisa que eu faço, zangado é esculhambar com o advogado. Eu disse: rapaz, tu não estás sabendo disso aqui? Eu vou ser preso amanhã! Tem hora que até eu acredito que é pra valer. Aí o advogado diz para eu ficar sossegada, porque é fake News.

Se o Bolsonaro, um capitão do Exército, respeitado, foi vítima de notícias falsa durante toda a campanha e não deu jeito, não sou eu quem vai conseguir impedir esse tipo de boato.

Eu só quero lembrar uma coisa para essas pessoas: em 2016, saía notícia direto dizendo que eu não iria sair candidato porque o tribunal não iria deixar, e hoje eu não estou aqui, iniciando o terceiro ano do mandato? São as mesmas pessoas que estavam acostumadas a mamar nas tetas da prefeitura, um governo após o outro. Eu coloquei na rua e por isso vivem me esculhambando. Existe um problema, mas, estou trabalhando para resolver.

O que os meus advogados dizem é que eu estou sendo julgado em primeira instância e que posso ficar tranquilo que eu não ficarei inelegível. Foi um problema ocorrido em 2003 por causa de um ATPF de uma madeira que eu comprei. Todo mundo não foi absolvido. Até o cara do Ibama que fez a pilantragem já foi absolvido.

Estou trabalhando para que o candidato a prefeito que a gente apoiar em 2020 possa se eleger. Eu não estou dizendo com isso, que serei candidato, ou que deixarei de ser. Trabalho para apresentar meu nome novamente para a população de Itaituba, e isso passa por provar a minha inocência nesse processo.

A cada 90 dias eu tenho informações de instituto de pesquisa. Eu sei quem é o vereador com melhor aceitação, qual é a aprovação do governo e por aí vai”, afirmou o gestor de Itaituba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário