Blog do Jota Parente

terça-feira, janeiro 29, 2019

Jean Wyllys recebe novas ameaças e relata a Sergio Moro


O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), que foi reeleito mas decidiu abrir mão do mandato e viver fora do Brasil depois de receber ameaças de morte, enviou um ofício ao ministro da Justiça, Sergio Moro, afirmando que elas voltaram a se repetir.

Por meio de sua assessoria, o parlamentar afirmou que recebeu duas mensagens, no sábado (26) e na segunda (28), em seu email institucional.

Nelas, uma pessoa que usa o nome de Emerson Eduardo Rodrigues Setim diz planejar o assassinato de familiares de Jean Wyllys.

Para a surpresa e maior temor do deputado, o texto foi enviado para os emails familiares dele.

"Isto não é uma bravata, é só um aviso", diz a mensagem. "Foram colocados três sicários ao serviço de nossa corporação Comando Virtual Marcelo Valle. Dado como objetivo, fora solicitado a eliminação de três alvos de forma não consecutiva".

Em seguida, são citados irmãos do parlamentar e os números de seus respectivos documentos.

"O Jean pode estar exilado na Europa, "seguro", mas não podemos dizer o mesmo de vocês", finaliza o autor da ameaça.

O nome que batiza a corporação citada no email é o de um criminoso que já foi preso e que anteriormente já tinha feito ameaças ao deputado do PSOL.

A assessoria de Wyllys pede a Moro que, "dada a gravidade das mensagens, especialmente consideradas em um contexto onde o parlamentar se viu obrigado a sair do Brasil para preservar a própria integridade física", seja efetivada "a imediata apuração desses e dos demais episódios e ameaças a que o deputado Jean Wyllys vem sendo violentamente submetido".

Fonte: FolhaPress

Nenhum comentário:

Postar um comentário