Blog do Jota Parente

domingo, fevereiro 24, 2019

Self com o prefeito dá voto?


Tem sido uma grandeza o que se vê de vereador fazendo self com o prefeito Valmir Clímaco, mostrando trabalhos que estão sendo realizados no município, sobretudo na sede.

De vez em quando, uma foto aqui ou ali não faz mal, porém, tem dias que o número de fotos é exagerado.

Será que os vereadores que fazem isso acham que essas aparições ao lado de Valmir vão lhes render uma enxurrada de votos? Acho difícil.

O vereador Peninha corre em outra raia. Com sua experiência de oito mandatos, procura outros motivos para não desaparecer da mídia e da memória dos eleitores.

Peninha está sempre buscando assuntos novos que costumam ser de interesse público para substanciar suas falas na tribuna, como fez semana passada quando falou sobre a necessidade de haver uma fiscalização na Serabi para ver, tanto as condições de trabalho dos servidores da empresa, quanto da situação da bacia onde são depositados os rejeitos da exploração de ouro.

Uma semana antes, José Belonne tinha feito coisa parecida, tendo chamado muito menos atenção.

Há vereadores, como Diego Mota, que tem um discurso muito bom, que fala fácil e consegue chamar atenção, mas, que poucas vezes vai à tribuna. Ele é um dos pouquíssimos que podem se beneficiar de suas falas, se procurar temas de interesse da comunidade. E isso é o que não falta em tudo quanto o é lugar.

A oposição, por enquanto, limita-se ao vereador Davi Salomão. Pelo menos, de forma explícita, porque o presidente da Câmara, Manoel Rodrigues de Souza é oposição ao prefeito, mas, como pouco usa a tribuna, sua oposição é silenciosa e se fixa mais nos bastidores.

Davi Salomão é a voz que tenta ser forte, tenta ser ouvida, tenta chamar atenção, mas, até o momento não conseguiu, porque a contundência das suas denúncias ainda não mexeu com a opinião pública. Assim sendo, embora se incomode muito com qualquer tipo de crítica, porque ele não convive bem com elas, venham de onde vier, Valmir continua nadando de braçadas.

O relógio está correndo rápido e o calendário é célere para os políticos do município que pretendem disputar algum cargo eletivo ano que vem. E a partir de agora, o eleitor vai prestar mais atenção nos vereadores e nos pretensos candidatos a uma cadeira na Câmara.

Em abril de 2012 em fiz uma análise abordando as possibilidades de cada um dos 15 vereadores que compunham a Câmara Municipal naquele momento. Tive cerca de 70% de acerto. Isso deveu-se ao fato de que eu raramente perco uma sessão da Câmara, o que me permite poder fazer uma avaliação mais confiável das possibilidades dos ocupantes do cargo de representantes do povo no Poder Legislativo.

Vou esperar para fazer essa análise bem mais na frente, quando for possível fazer uma observação mais acurada do desempenho do mandato de cada um. Entretanto, não tenho receio de afirmar que se a eleição fosse hoje, haveria uma renovação de pelo menos 40% dos atuais vereadores. Alguns já são apontados nas rodas de conversas políticas, com vereadores bananeiras, como diria o saudoso ex-vereador Joãozão. Vereador bananeira é aquele que só dá um cacho, que só cumpre um mandato.

Pessoal da self com o prefeito, cuidado. É preciso fazer bem mais que apenas fotos na tentativa de ser levado pela onda de popularidade de Valmir. Pode ajudar um pouquinho, mas, isso não vai reeleger ninguém. Se puder concorrer, quem vai se beneficiar de toda essa divulgação será o próprio prefeito.

É o que eu penso.

Jota Parente

Nenhum comentário:

Postar um comentário