Blog do Jota Parente

quarta-feira, fevereiro 06, 2019

O que mudou no novo projeto do Escola sem Partido

size_960_16_9_escola-brasileira11 São Paulo — A Câmara dos Deputados recebeu na segunda-feira (4), primeiro dia da nova legislatura, um novo texto do polêmico Projeto de Lei “Escola sem Partido” (PL 258/2019).  

De autoria de Bia Kicis, deputada estreante do PSL, a proposta atualiza o projeto anterior (PL 7180/2014), que foi arquivado na Câmara em dezembro do ano passado, depois de inúmeros conflitos entre os críticos e os apoiadores.

Em entrevista para a Folha de São Paulo também na segunda-feira, o novo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse o seguinte: 

"Quem vai barrar é o STF, não eu. Quem é a favor da Escola sem Partido tem que tomar cuidado porque, na hora que começar a tramitar no Congresso, o Supremo vai derrubar, vai declarar a inconstitucionalidade”. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário