Blog do Jota Parente

sábado, março 16, 2019

Heroína: estudante de 15 anos lutou com atirador em escola e salvou alunos


Heroína: estudante de 15 anos lutou com atirador em escola e salvou alunos (Foto: Reprodução)A história de uma adolescente de 15 anos, que estava na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano (SP), no momento do massacre que vitimou oito pessoas, tem viralizado nas redes sociais, e ela tem sido considerado uma heroína: a estudante lutou contra um dos assassinos e conseguiu salvar vidas no momento do ataque a tiros.

A adolescente em questão é Rhyllary Barbosa dos Santos. A estudante treina jiu-jitsu, há 3 anos, em um projeto social chamado “Bonsai – Construindo o Futuro”. No momento do massacre, ela teve os cabelos agarrados por Luiz Henrique de Castro, o mais velho dos assassinos, de 25 anos, mas lutou com o atirador e conseguiu escapar.

“Eu acredito que o jiu-jitsu ajudou muito. Se tivesse outra pessoa despreparada no momento em que o Luiz puxou o cabelo, ela podia estar muito vulnerável, perder a estabilidade do corpo e cair com a rasteira que ele deu. Se eu caísse naquele momento, ele ia me matar. Era o plano dele.  Talvez eu poderia não ter saído”, contou Rhyllary em entrevista ao site da ESPN.

Após escapar de Luiz, ela abriu a porta de entrada da escola para que outros estudantes pudessem fugir. “Eu fiquei com muito medo porque não sabia que tinha um segundo assassino, mas a minha intuição era abrir a porta e ajudar os outros alunos a saírem dali”, continuou a estudante no relato.

No momento que teve início o massacre, a jovem estava em frente à cantina da escola conversando com uma amiga e com a inspetora Eliana Regina, uma das vítimas fatais do ocorrido.

Assim que ouviu o primeiro disparo, se voltou em direção ao estampido e logo viu Luiz, que continuava a disparar. Segundo ela, foi tudo muito rápido e, quando notou, já estava enfrentando o atirador.

HOMENAGENS
Após a tragédia, a estudante já deu entrevistas para a TV e diversos veículos de comunicação para relatar os momentos de pânico vividos, além de ter recebido diversas homenagens nas redes sociais, como da atriz Cleo Pires. Com informações do portal Catraca Livre)

Nenhum comentário:

Postar um comentário